Curso x treinamento – entenda a diferença

A busca pelo aprimoramento técnico no ramo do tiro e/ou combate pode ser trilhada por vários caminhos diferentes.

Observo muita gente, na justa tentativa de melhor alocar seus recursos, especialmente financeiros, fazer escolhas contraproducentes,  o que, no fim das contas, exige muito mais tempo e dinheiro que a opção inicialmente mais cara.

Para contextualizarmos isso tudo, precisamos ter uma boa noção de conceitos erroneamente misturados: cursos e treinamentos.

Cursos de tiro são eventos que têm como função precípua a apresentação ou aprimoramento de determinada técnica ou conjunto delas,  num cenário controlado e básico, não aplicado. Diferente de um estágio, por exemplo. Assunto para outro texto.

Treinamentos são sessões de repetições de técnicas ou conjunto delas que têm como objetivo internalizar determinado padrão de movimento, comportamento ou conhecimento, com o objetivo de torná-lo naturalmente executável quando o fato concreto demandar.

Boa parte das pessoas, talvez a maioria, tenta substituir os cursos com treinamento e algumas delas, tendem a acreditar que os cursos possam substituir os treinos. Dois erros.

Esses eventos são mutuamente complementares e raramente mutuamente excludentes. Ou seja: a função de um bom instrutor, em um curso específico, é orientar os seus atos a fim de torná-los mais eficazes, mais inteligentes, o que jamais vai acontecer caso a nova rotina não seja treinada.

Além disso, no uso de arma de fogo, a boa instrução compreende um fator extra: aprimoramento em práticas seguras, normalmente negligenciadas pelos autodidatas e, cujo aprendizado pode acontecer a custo muito alto. É claro, isso pode ser substituído pelo treinamento bem assistido e/ou monitorado.

  1. Quando se faz um curso e não se treina o novo conhecimento, a tendência é o esquecimento.
  2. Quando se treina sem a instrução adequada, a tendência é a massificação de padrões errados ou, na melhor das hipóteses, é gastar muito tempo e dinheiro para descobrir algo que lhe seria dito de imediato pelo instrutor.
  3. Quando não se treina e não se aprimora por cursos, você cai na mediocridade.
  4. Quando se consegue aliar bons cursos a sessões orientadas de treinamento, a evolução é constante.

Faça cada segundo de sua prática valer a pena.

Nullius in verba!